Ingredientes: Eritritol

O Que É Isso?

O eritritol pertence a uma classe de compostos chamados álcoois de açúcar.

Essas moléculas recebem esse nome porque, quimicamente, são como híbridos de um grupo açúcar com um grupo álcool.

Porém, apesar do nome, elas não são açúcares – e também não contêm etanol, que é o álcool que consumimos em vinhos e outras bebidas.

Na verdade, o eritritol é apenas um exemplar de álcool de açúcar – e existem muitos deles.

Esses compostos podem ser encontrados na natureza em algumas frutas.

E também são adicionados a produtos “sem açúcar” de todos os tipos – pois os álcoois de açúcar agem como adoçantes.

Isso porque, devido à estrutura de suas moléculas, eles têm a capacidade de estimular os receptores do gosto doce em nossas línguas.

Alguns álcoois de açúcar comuns são:

  • eritritol,
  • xilitol,
  • sorbitol,
  • maltitol,

entre outros.

Mas o eritritol parece ser bem diferente dos outros.

Em primeiro lugar, porque ele contém bem menos calorias.

  • Açúcar de mesa: 4 calorias por grama;
  • Xilitol: 2,4 calorias por grama;
  • Eritritol: 0,24 calorias por grama.

Isso significa que o eritritol possui apenas 6% das calorias do açúcar – mas ele ainda assim possui 70% do poder adoçante do açúcar comum.

Isso acontece porque, devido a sua estrutura química, nossos corpos não conseguem quebrar a molécula de eritritol.

Desse modo, ele passa praticamente inalterado através do nosso sistema digestivo, sem causar nenhum dos efeitos metabólicos prejudiciais do excesso de açúcar.

Apesar de ser encontrado na natureza, o eritritol que consumimos costuma ser produzido pelos humanos.

Na produção em larga escala, o eritritol é criado quando um tipo específico de fermento fermenta a glicose. Quando as pessoas saudáveis ​​ingerem eritritol, não há alterações nos níveis de açúcar no sangue ou de insulina.

Eritritol

R$8,70
Eritritol R$8,70
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Ingredientes: Eritritol

O Que É Isso?

O eritritol pertence a uma classe de compostos chamados álcoois de açúcar.

Essas moléculas recebem esse nome porque, quimicamente, são como híbridos de um grupo açúcar com um grupo álcool.

Porém, apesar do nome, elas não são açúcares – e também não contêm etanol, que é o álcool que consumimos em vinhos e outras bebidas.

Na verdade, o eritritol é apenas um exemplar de álcool de açúcar – e existem muitos deles.

Esses compostos podem ser encontrados na natureza em algumas frutas.

E também são adicionados a produtos “sem açúcar” de todos os tipos – pois os álcoois de açúcar agem como adoçantes.

Isso porque, devido à estrutura de suas moléculas, eles têm a capacidade de estimular os receptores do gosto doce em nossas línguas.

Alguns álcoois de açúcar comuns são:

  • eritritol,
  • xilitol,
  • sorbitol,
  • maltitol,

entre outros.

Mas o eritritol parece ser bem diferente dos outros.

Em primeiro lugar, porque ele contém bem menos calorias.

  • Açúcar de mesa: 4 calorias por grama;
  • Xilitol: 2,4 calorias por grama;
  • Eritritol: 0,24 calorias por grama.

Isso significa que o eritritol possui apenas 6% das calorias do açúcar – mas ele ainda assim possui 70% do poder adoçante do açúcar comum.

Isso acontece porque, devido a sua estrutura química, nossos corpos não conseguem quebrar a molécula de eritritol.

Desse modo, ele passa praticamente inalterado através do nosso sistema digestivo, sem causar nenhum dos efeitos metabólicos prejudiciais do excesso de açúcar.

Apesar de ser encontrado na natureza, o eritritol que consumimos costuma ser produzido pelos humanos.

Na produção em larga escala, o eritritol é criado quando um tipo específico de fermento fermenta a glicose. Quando as pessoas saudáveis ​​ingerem eritritol, não há alterações nos níveis de açúcar no sangue ou de insulina.